Saiba porque o dia 1º de abril é o dia da mentira

O dia 1º de abril é reconhecido mundialmente como o dia da mentira. Países como Reino Unido, Irlanda, Polônia, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia, França e muitos outros têm essa data comemorativa em seus calendários. Cada local tem suas tradições, mas em geral sempre há uma espécie de pegadinha envolvida na brincadeira.

Há registros da data em livros desde o século 16, o que mostra que a associação do dia 1º de abril com o dia da mentira é bastante antiga. A versão mais comum das origens desta data comemorativa tem a ver com a mudança dos calendários, no século 16 mesmo.

Até 1582 imperava o calendário juliano. Nele, o fim do ano era em 25 de março, e as festas de ano novo duravam uma semana, até o dia 1º de abril.

Com o advento do calendário gregoriano – que usamos até hoje -, o primeiro dia do ano passou a ser 1º de janeiro. Muita gente, no entanto, continuou celebrando o ano novo em abril. Estes eram caçoados dos que já haviam adotado o calendário novo, e eram chamados de tolos. Em inglês, o 1º de abril é chamado de “April Fools’ Day”, ou “Dia dos Tolos de Abril”. Há um registro do escritor e filósofo John Aubrey, em 1686, chamando o primeiro de abril de “fooles holy day”, ou “dia sagrado dos tolos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*