Os Unicórnios

Animal que simboliza a beleza, a força, a graça e a pureza. Segundo o Physiologus, ele é descrito como um pequeno animal, como um cabrito, mas extremamente feroz, coom um único chifre no meio da cabeça.

É representado em tapeçarias e xilogravuras medievais como um animal branco, de casco fendido, com uma cauda alta e uma barbicha, crina sedusa com tufos de pelos na parte de trás das pernas.

Com essas características o unicórnio da idade média é chamado de unicórnio caprino, diferente dos unicórnios taurinos da idade do bronze e os unicórnios da idade do ferro são chamados de unicórnios arianos equinos, semelhantes a cavalos.

Existem teorias que o chifre no centro da cabeça aumenta a produção das glândulas pinela e pituitária, tornando o unicórnio mais inteleigênte, por isso o unicórnio se tornou um símbolo de realeza e divindade.

Dizem as lendas que o chifre do unicóprnio é um valorozo antídoto contra venezes, outra lenda diz que o chifre tem o poder de purificar as águas.

Existe u oprecedente real para essa lenda, que seria uma cirurgia feita na cabeça do animal por tribos do norte da África e do Oriente Médio, onde o chifre seria implantado na cabeça de cabras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *