Greve nos Correios, Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos‬ ‪

San Pablo – serviço Postal trabalhadores entraram em greve nacional por tempo indeterminado. Oficialmente, o movimento começou no domingo (11) a partir das 10 horas, com a paralisação do trabalho pelos funcionários do turno da noite. De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Correios e Companhias Telegráficas e Similares (Fentect), os trabalhadores são contra mudanças no plano de saúde da empresa, que prevêem o pagamento mensal de pagamentos de funcionários e de retirada de dependentes de contratos.

“Além disso, o benefício pode ser ajustado de acordo com a idade, atingindo os pagamentos mensais acima de R $ 900,” Fentect informou em uma nota, observando que o salário médio dos Correios trabalhadores é de R $ 1.600 – pior salário entre público e empresas estatais. ”

O início da greve coincide com o julgamento dos trabalhadores no plano de saúde do Tribunal Superior do Trabalho (TST), nesta segunda-feira (12).

A greve é motivada também por alterações propostas pelo governo de Michel Temer, no Plano de Encargos, Carreiras e Vencimentos; outsourcing na área de tratamento; suspensão dos trabalhadores de sair; a extinção do diferencial competitivo e a redução dos salários da área administrativa; medidas unilaterais que indicam que o governo está olhando para a privatização do estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*