Grandes Bruxos da Atualidade

Os mais antigos feiticeiros que se tem notícia foram de um modo geral conselheiros de reis e nobres, como Imhotep. A palavra wizard, ou feiticeiro, tem relação com a palavra árabe vizier, que significa conselheiro.

Como Merlin, o feiticeiro arquétipico do rei arthur, todo rei e rainha celta, tinha um druída como conselheiro. Os reis por seram guerreiros, não tinham conhecimento de ocultísmo, por isso necessitavam de uma conselheiro sábio ao seu lado.

Desde a idade média até a renascença, a feitiçaria ocidental foi dominada pela laquimia e a busca pela pedra filosofal. Nos séculos XVII e XVIII, a revolução  científica mudou o foco de muitos feiticeiros, que passaram a se dedicar a cabala, ao hermet’simo e as sociedades secretas, como a maçonaria e a ordem rosacruz.

Com a revolução industrial do século XIX, os magos passaram a se dedicar as ordens ocultas e a magia cerimonial, em meados do século XX o mundo viu surgir um movimento de reconstrução do paganísmo, muitos desde então tem se dedicado a restauraçao e divulgação do mesmo.

Lista de Feiticeiros que se destacaram nos séculos XIX e XX :

James Murrel (1780-1860)

Francis Barret

Eliphas Levi (1810-1875)

George Pickingill (1816-1909)

Charles Godfrey Leland (1824-1903)

S.L. MacGregor Matheus (1854-1918)

Arthur Edward Waite (1857-1947)

Charles Walton (1871-1945)

Aleister Crowley (1875-1947)

Gerald Gardner (1884-1964)

Austin Osman Spare (1886-1956)

Francis Israel regardie (1907-1983)

Arnold Crowther (1909-1974)

Cecil Hugh Willianmson (1909-1999)

Stewart Farrar (1916-2000)

Victor Anderson (1917-2001)

Alex Sandres (1926-1988)

Leo Louis Martello (1931-2000)

Gwydion Pendderwen (1946-1982)

Scott Cunningham (1956-1993)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *