Casa jorra sangue em todos os cômodos!

Essa história começou a circularna internet em junho de 2008, mostra o caso de uma casa que jorra sangue em vários cômodos.
Coincidênetemente localizada no Jardim Bizarro, em Jundiaí – estado de São Paulo – o fenômeno teria assustado tanto a família que nela vive quanto aos vizinhos.
Em matéria publicada pela versão online do jornal A Folha de São Paulo, a repórter Adriana Alves contou que um laudo do Instituto de Criminalística havia confirmado que as amostras do líquido vermelho recolhido na residência era sangue mesmo humano!
Verdade ou Mentira ?
Fatalmente que um acontecimento tão inusitado como esse gerou uma enorme polêmica nos arredores! Não é todo dia que sangue humano aparece do nada para desafiar o senso comum e gerar uma série de hipóteses. Vizinhos se revezavam em orações – e outros davam entrevistas aos repórteres e aos curiosos, até um padre foi chamado.
Marcela Buscato, em sua matéria na versão online da Revista Época, conta que os vizinhos levantaram várias hipóteses para o ocorrido como, por exemplo, que o surgimento do sangue na casa talvez seja algum tipo de pedido de ajuda espiritual feito por um jovem que morava perto do imóvel e foi morto alguns meses antes.
Outra teoria diz que alguém havia entrado na residência no calar da noite e espalhado o sangue, só para assustar o casal – que vive ali há mais de 40 anos – para que esses acabassem vendendo o imóvel mais barato.
A história aconteceu mesmo! O sangue também é real! O sangue é real. E essa afirmação já foi comprovada na própria matéria da Folha, no dia 20 de julho de 2008.
Se o sangue é real, como se explica o fenômeno?
A segunda parte desse mistério foi desvendada dias depois, como mostrado em uma matéria postada no portal de notícias G1 no dia 02 de julho. Em sua reportagem, Patrícia Araújo mostra que o delegado que acompanhava o caso, Marco Antônio Ferreira Lopes, do 6º Distrito Policial de Jundiaí, disse que o assunto estava encerrado, pois de acordo com o resultado do DNA feito com o sangue colhido no imóvel. O misterioso liquido vinha da própria moradora da casa!
As hemorragias aconteciam quando as varizes da proprietária do imóvel, uma senhora de 65 anos de idade, estouravam. O sangue espirrava longe, sem que ela percebesse.
O delegado, que já desconfiava que o fenômeno pudesse ser o resultado de alguma hemorragia ginecológica ou circulatória, disse que o exame só veio a confirmar o que ele já sabia: Os vasos estouravam sem que a senhora sentisse nenhuma dor ou desconforto.
Segundo a reportagem do G1, o fato da moradora ter Diabetes piorou ainda mais a situação, uma vez que coagulação do sangue é deficiente nesses casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *