Buracos Falsos na Estrada.

A foto abaixo mostram um novo método para o controle de velocidade que está sendo inserido no Canadá: buracos falsos colados nas estradas ! Verdade ou mentira ?
A imagen acima, que circula na internet desde o final de 2009 mostraalguns buracos na rua a na foto abaixo podemos ver que trataria-se de um adesivo colado no asfalto.

 

O texto que acompanha as fotos, diz que tais adesivos servem para fazer com que o motorista reduza a velocidade, achando se tratar de buracos na pista. E segundo o e-mail, o método é muito mais eficaz do que os existentes, pois os buracos falsos podem ser mudados de local a todo momento.

De acordo com a mensagem, o redutor de velocidade só funciona porque foi implantado no Canadá, isso faz sentido, ja que no Brasil a maioria das rodovias, ruas e avenidas está repleta de buracos verdadeiros.
Porêm a história é mentira!
Como mostrado pelo especialista em propaganda AdverTo Log, essas fotos fazem parte da campanha “Pioneer Suspension: Pothole”. Feita pela agência Young & Rubicam Everest – no ano de 2007, em Mumbai na India. Teve a direção de Makarand Patil e Vijay Lalwani e a fotografia de Sandeep Suvarna.
A ideia da propaganda era a de que, ao usar as suspensões Pionner, o motorista teria a mesma sensação ao passar sobre buracos. Não sentiria nada!
Apesar da proposta ser muito interessante, essa não foi a única agência que teve essa ideia. Em setembro de 2007, a agência JWT – de Santiago, Chile, também fez uma campanha semelhante para a sua cliente, a Ford Ranger.
Esse tipo de comercial no Brasil seria visto como uma irônia. Num paíz com tantos problemas nas estradas, em outras partes do mundo fica-se fazendo buraco falso.

 

Curso de Sapatinhos e Faixas Para Bebês

melhor de todas

O QUE UMA RENDA EXTRA DE R$2.470,00 FARIA POR VOCÊ HOJE ?

VÍDEO REVELA:  Como Mulheres De Todo O Brasil Estão Conquistando RendaExtra de 2 a 5 Mil Por Mês De Forma Simples e Rápida Produzindo Sapatinhos Para Bebê Em Suas Próprias Casas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *