Blasfêmia em filme de Jesus Cristo!

…Uma das versões mais recentes (2007): Um filme de mau gosto vai sair em breve na América do Norte. Este filme intitulado ” Corpus Christi” (O Corpo de Cristo), mostra Jesus mantendo relações homossexuais com os seus discípulos. A versão teatral já se apresentou. É uma paródia repugnante de Jesus, mas uma ação concentrada da nossa parte poderia provavelmente mudar as coisas. Aceita juntar o seu nome no fim da lista? Em caso afirmativo, poderíamos evitar a projeção deste filme mentiroso e burlesco que não traz nada de positivo. PRECISAMOS DE MUITOS NOMES. “Quem me confessar diante dos Homens, Eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos Céus.”(Mt 10,32) POR FAVOR: Não faça encaminhar desta mensagem, mas sim: SELECIONE TUDO, COPIE (Ctrl+C) e COLE (Ctrl+V) numa mensagem nova. Depois, acrescente o seu nome no fim da lista e envie-o a todos os seus amigos. São apenas 2 minutos e para algo importanteuando a lista chegar aos 500 nomes, envie-a a…”
Essa mensagem circula pela internet desde o ano 2000 e pede para que se faça um abaixo-assinado digital para impedir a gravação de um filme que mostra Jesus Cristo tendo relações homosexuais com seus discípulos.
Independente de nossa crença religiosa essa história é falsa! Não existe tal filme em projeto.
Segundo o site Snopes, essa história é mais antiga do que a internet, pois já circulou um boato semelhante em 1984 , um ano depois, mais de um milhão de cristãos já haviam escrito cartas protestando contra esse filme. De 2001 para cá, várias versões resurgiram, inclusive em inglês, francês e espanhol.
Esse boato pode ter se originado de uma peça de teatro chamada Corpus Christi, onde o ator e roteirista Terrance McNally´s conta o fracasso homosexual entre Judas e Cristo. De acordo com o jornalista Clark Hoyt “Quando Terrence McNally produziu o espetáculo teatral Corpus Christi pela primeira vez, há 10 anos, o teatro Manhattan Theater Club recebeu ameaças de incêndio e assassinato da equipe. A peça chegou a ser cancelada, mas acabou estreando após protestos da comunidade teatral. Na ocasião, o público tinha que passar por detectores de metal. “
Mesmo que o filme estivesse sendo produzido. A idéia de arrecadar apenas 500 nomes é muito pouco para qualquer abaixo-assinado. No texto, por exemplo, existe um e-mail para onde se deve enviar o e-mail, caso alcance 500 nomes. No entanto, ao se enviar um e-mail para esse endereço, o mesmo retorna um erro como resposta. O e-mail não existe, ou não existe mais!
Por outro lado, supondo que um abaixo-assinado com apenas 500 nomes bastasse. Como seria impedida a proibição do filme, baseado em que lei? Cada país possui suas leis específicas. Por exemplo: o mulá Omar Bakri Mohammad setenciou à morte (fatwa) o dramaturgo Terrence McNally. Já, os Estados Unidos seriam menos radicais e poderiam até proibir a gravação de tal filme. Mas, os produtores poderiam simplesmente continuar as gravações em outro país e, pelo tempo que essa mensagem vaga pela net, já estaria pronto há muito tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *