A maldição do filme exoscísta

O Exorcísta, um filme polêmico de 1973, tendo como diretor William Friedkin, aterrorizou toda uma a geração de sua época e ainda hoje é um ponto de referência se tratando de filmes de terror. Um clássico que impressiona, mesmo sem a tecnologia e efeitos especiais que temos na atualidade.
Milhares de pessoas ficaram horrorizadas com a história da súbita transformação da meiga garotinha Regan (Linda Blair) numa grotesca criatura demoníaca, que vomita sopa de ervilha, fala palavrões e usa um crucifixo para se masturbar.
Uma das cenas mais marcantes do filme é quando a possuída gira totalmente a cabeça sobre o tronco parado. Para criar o ruído dessa aflitiva performance, o técnico de som Gonzalo Gavira gravou o barulho com uma carteira de couro cheia de cartões de crédito sendo retorcida.
Na trama um padre jovem, com idéias progressistas, é incapaz de enfrentar o Diabo; sendo ajudado por um padre veterano, que encara o diabo sem medo de falhar, dando ao filme um caráter conservador. O Exorcista conseguiu dez indicações ao Oscar e foi imitado e parodiado muitas vezes.
Juntamente com sua fama, sugem as histórias, boatos e lendas a respeito do filme e do elenco. A mais famosa é a suposta morte de seu elenco inexplicavelmente.
Como todo boato, quanto mais terrível e revelador, mais forte será e se difundirá rapidamente.
Linda Blair, a menina que interpretou Reagan Mcneal, ainda é viva.
Quando terminou o filme, Blair não conseguiu mais trabalhos na TV e virou uma espécie de atriz erótica. Atualmente tem 55 anos.
Max Carl Adolf von Sydow , o Padre Merrin, o padre veterano que ajudou no final do exorcismo, atualmente está com 85 anos e mora em Paris.
Ellen Burstin (, que interpretou Mrs Mcneal (mãe de Reagan), ainda é viva. Atualmente está com 82  anos e ainda não foi afetada pela maldição.
Jason Miller, que interpretou Padre Karras, morreu em 2001 aos 62 anos.
De todos os atores e atrizes principais, só um morreu supostamente “jovem”, aos 62 anos. Faleceu em 2001, muito tempo depois da produção do filme.
O resto, ainda está vivo, ou morreu muito velho, por razões naturais.
Para constar as mortes foram atribuídas a  Pazuzu,  um demônio árabe dos ventos, devido a uma estatueta de um demônio com asas que aparece no filme.
Para morrer basta estar vivo e ninguém vive para sempre.

Porém os acontecimentos que se sucederam as gravações do filme o exorcista, estão longe se ser o que poderíamos chamar de uma maldição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *