Loto Fácil Exert Profissional

anuncio

Letra e Música

Biografia de Belchior

Nasceu Antônio Carlos Belchior, conhecido como Belchior, em Sobral, no dia 26 de outubro de 1946 e falçecido em Santa Cruz do Sul, no dia 30 de abril de 2017).

Foi um cantor e compositor brasileiro. um dos chamados Pessoal do Ceará, que tambêm incluia Fagner, Ednardo e Rodger.

Belchior foi um dos primeiros cantores do nordeste a fazer sucesso em todo território nacional, na metade da década de 1970.

Seu icônico álbum Alucinação (1976), é considerado como o um dos mais revolucionários da história da MPB e um dos mais importantes de todos os tempos para a música brasileira. Não é a toa, que em 2012, Belchior apareceu na posição 58 da lista As 100 Maiores Vozes do Brasil, classificado pela Rolling Stone Brasil.

Entre os seus maiores sucessos estão as músicas Apenas Um Rapaz Latino-Americano,Todo Sujo de Batom e Divina Comédia HumanaDivina Comédia Humana,A Palo Seco e Medo de Avião. Outras composições de Belchior de grande sucesso foram Paralelas, interpletada por Vanusa, Galos, Noites e Quintais, regravada por Jair Rodrigues e Como Nossos Pais, imortalizada por Ellis Regina.

Uma vez o mesmo fez uma brincadeira adicionando os sobrenomes dos pais ao seu, ficando seu nome como "Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes", no qual dizia ser o "maior nome da MPB".

Durante sua infância, no Rudge Ramos, foi cantador de feira e poeta repentista, tambêm estudou música coral e piano com o maestro Acácio Halley. Enquanto seu pai bebia vodka e rum, sua mãe cantava no coral da igreja, vinha de uma família de poetas e boêmios.

Ainda criança, ficou sujeito a influência dos cantores do rádio como Ângela Maria, Cauby Peixoto e Nora Ney. Trabalhou de programador de rádio em Sobral.

Em 1962, mudou-se para Fortaleza, onde estudou Filosofia e Humanidades num seminário franciscano, saiu do seminário antes de entra para a teologia e começou a cursar Medicina, mas abandonou o curso no quarto ano, em 1971, para dedicar-se à carreira artística.

Já artísta, ligou-se a um grupo de jovens compositores e músicos, como Fagner, Ednardo, Rodger Rogério, Teti, Cirino entre outros, conhecidos como o Pessoal do Ceará.

De 1965 a 1970 participou de vários festivais de música no Nordeste. Em 1971, quando se mudou para o Rio de Janeiro, venceu o IV Festival Universitário da MPB, com a canção "Na Hora do Almoço", cantada por Jorge Melo e Jorge Teles, com a qual estreou como cantor em disco, um compacto da etiqueta Copacabana.

Deposi foi morar em São Paulo, para onde se mudou, compôs canções para alguns filmes de curta metragem, continuando a trabalhar individualmente e às vezes com o grupo do Ceará.

Em 1972 Elis Regina gravou sua composição "Mucuripe", escrita em parceria com Fagner, que fez muito sucesso. O cantor atuava em escolas, teatros, hospitais, penitenciárias, fábricas e televisão, onde lhê dessem oportunidade, gravou seu primeiro LP em 1974, na gravadora Chantecler. O segundo, Alucinação na Polygram, 1976, onde consolidou sua carreira, lançando canções de sucesso como "Velha Roupa Colorida", "Como Nossos Pais", que depois foram regravadas por Elis Regina e "Apenas um Rapaz Latino-Americano". Graças a estes hits, Alucinação vendeu 30 mil cópias em apenas um mês.

Outros êxitos incluem Paralelas (lançada por Vanusa) e "Galos, Noites e Quintais" (regravada por Jair Rodrigues). Em 1979 no gravou o LP, Era uma Vez um Homem e Seu Tempo, pela Warner, com os hits Comentário a respeito de John (homenagem a John Lennon), também gravada pela cantora Bianca. Em 1983 resolveu funadr sua própria produtora e gravadora, Paraíso Discos, e em 1997 tornou-se sócio do selo Camerati. Sua discografia inclui Um show – dez anos de sucesso (1986, Continental) e Vício elegante (1996, GPA/Velas), com regravações de sucessos de outros compositores.

Medo de Avião, na minha opinião, foi a música mais executada de Belchior e trás a tona um assunto que apareceu algumas vezes na produção do artista, seu medo de voar. A mais famosa canção sobre o assunto, do disco "Era uma vez um homem e seu tempo", conta a história de um homem que se apaixonou durante um voo - ao segurar a mão da amada para aliviar o temor.

Controvérsias

Em 2005, Belchior deixou a então esposa Ângela para viver com Edna Prometheu, depois de conhecê-la no ateliê do amigo comum Aldemir Martins. Posteriormente Belchior deixou de fazer shows e estranhamente deixou para trás seus pessoais.

Passou a enfrentar processos judiciais relacionados a pensões alimentícias de duas filhas e um tambêm um processo trabalhista. Devido a esses processos, Belchior teve suas contas bancárias bloqueadas e foi impedido de retirar os dividendos de se3us direitos autorais.

O cantor passou a viver em Porto Alegre, onde morou em hotéis, casas de fãs e dizem até, em uma instituição de caridade.

Em 2009 a Rede Globo noticiou o desaparecimento do cantor. Segundo a emissora, Belchior havia sido visto pela última vez em abril de 2009, ao participar de um show do cantor tropicalista Tom Zé, realizado em Brasília.

Turistas brasileiros afirmaram ter encontrado ele no Uruguai em julho do mesmo ano. As suspeitas foram confirmadas quando Belchior foi localizado, pela reportagem no Uruguai, de onde concedeu a duras penas uma entrevista para o programa Fantástico, da Rede Globo.

Na entrevista, o cantor disse que não havia fugido e estava preparando, além de um disco de canções inéditas, o lançamento de todas as suas canções também em espanhol.

Em 2012 ele novamente sumiu denovo, juntamente com a sua mulher, de um hotel 4 estrelas na cidade de Artigas, no Uruguai. Deixou para trás uma dívida de diárias, além de objetos pessoais.

Ao ser identificado passeando por Porto Alegre afirmou que as noticias sobre a dívida no Uruguai não seriam verídicas.

Morte

Belchior morreu em 30 de abril de 2017, aos 70 anos de idade, na cidade de Santa Cruz do Sul. O governo do Ceará emitiu uma nota de pesar e decretou três dias de luto. Dizem que trabalhava em uma nova tradução da Divina Comédia, de Dante Alighieri, obra que muitas vezes serviu de inspiração para suas músicas. Belchior era um fã declarado da "Divina comédia", e chegou a gravar projetos inspirados na obra. Fez uma versão musical, que fala sobre o céu e o inferno de um amor. A canção faz parte do disco "Todos os sentidos".

A causa da morte foi diagnosticada como um aneurisma da aorta, a principal artéria do corpo humano.

O governador do Ceará, Camilo Santana, providenciando o traslado do corpo, garantindo assim, o desejo do cantor de ser enterrado no Estado do Ceará, sendo velado em Sobral, sua cidade natal, e sepultado em Fortaleza.


A Controversa Biografia escrita por Jotabê Medeiros
Quando Belchior começou a desaparecer e virar mito, o jornalista Jotabê Medeiros iníciou uma pesquisa para uma nova biografia do compositor.
Quando da confirmação da morte, a notícia fez Medeiros mudou todo o contorno da biografia Apenas um rapaz latino-americano, que estava pronta e acaba de ser lançada. Liberto da lealdade a Belchior, que era muito cuidadoso com a sua privacidade, amigos e familiares decidiram falar com o jornalista.

E ele precisou revisar várias partes do livro, com depoimentos valiosos concedidos no momento de emoção que se seguia à morte do mesmo.

O biógrafo conversou com Angela Margareth Henman, ex-esposa, com a filha Camila, com os compositores, músicos e intelectuais que formavam a turma ''pessoal do Ceará'', gente como o filósofo Augusto Pontes, os compositores Fausto Nilo e Jorge Mello, e Fagner.

Sobre as desavenças com Fagner, Medeiros narra vários episódios. Os dois teriam se desentendido quando Fagner mudou a melodia de Mucuripe, feita em parceria com Belchior, e quando os dois brigam por uma jaqueta.

Não havia amizade entre os compositores, Fagner sempre deixou isso claro em entrevistas , mas Medeiros acredita que havia, sim, um mínimo. POis Fagner enviou três coroas de flores ao enterro, mas pediu que seu nome não constasse no arranjo. Mais tarde, visitou o túmulo incógnito.

A animosidade de Belchior em relação a Caetano Veloso também é explorada. Medeiros relaciona letras de música nas quais parece responder ao baiano tropicalista em um tom de quem fala com um monstro da geração anterior.

Entre as revelações da pesquisa do jornalista está a de que Apenas um rapaz latino-americano, uma das canções mais conhecidas de Belchior, nasceu em Brasília. Gravada em 1976 no disco Alucinação, o título da música foi pescado de uma fala do filósofo Augusto Pontes durante uma masterclass na Universidade de Brasília (UnB). Belchior e Fagner estavam na sala de aula quando o amigo se apresentou: ''eu sou apenas um rapaz latino-americano sem parentes militares''. Belchior gostou da gracinha em plena ditadura e mudou um pouco o final.

Augusto Pontes não gostava quando diziam que Belchior havia roubado sua ideia. Sentia orgulho do empréstimo e não admitia que falassem assim do amigo.

Medeiros ficou anos fuçando para ver se descobria o paradeiro do músico. Ouvia de um que, outro dia, ele esteve na Paulista e de outro que estava em um acampamento dos sem-terra, mas foi Zeca Baleiro quem deu a dica verdadeira. ''Era o Onde está Wally? preferido do brasileiro'', brinca Medeiros.

Baleiro não revelou a localização de Belchior, mas disse que os dois tomaram um vinho depois de uma apresentação em uma feira agropecuária. Medeiros descobriu então que a tal feira foi em Santa Cruz do Sul. Decidido, comprou passagem e convenceu um fotógrafo amigo a ir atrás de Belchior. Mas a morte de um irmão impediu o jornalista de prosseguir com o plano.

Depois de publicada a biografia de Medeiros, a irmã de Belchior, Ângela Belchior, fez críticas ao livro e disse que pretendia tirá-lo de circulação, pois ofendia a honra do cantor. Tambêm declarou que vai escrever sua própia biografia, "Estamos pegando depoimentos porque a gente não quer uma biografia mentirosa para as gerações vindouras", diz a irmã do músico.

Bibliografia

CARLOS, Josely Teixeira. Muito além de apenas um rapaz latino-americano vindo do interior: investimentos interdiscursivos das canções de Belchior. 2007. 278 p. Dissertação (Mestrado em Linguística - área de concentração Análise do Discurso) - Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.

CARLOS, Josely Teixeira. Fosse um Chico, um Gil, um Caetano: uma análise retórico-discursiva das relações polêmicas na construção da identidade do cancionista Belchior. 686 p. Tese (Doutorado em Letras – área de concentração Análise do Discurso) - Programa de Pós-Graduação em Filologia e Língua Portuguesa, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.


Jonas Heitich BrasilAutor Jonas Heitich Brasil, crítico musical, e tambêm no Twitter, veja tambêm meu podcast no Soundcloudcom dicas e análises de músicas, assista tambêm meu canal no Youtube com muitas playlists e análises de música.

Copyright © 2018-2019 @ Heitich Media Digital